Histórico

Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo:
Excelência na Assistência Médica, Ensino e Pesquisa

Fundada há mais de quatro séculos, a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo é uma instituição filantrópica, privada e laica, considerada um dos mais importantes Centros de Referência Hospitalar do Brasil.

Não há registros da data exata de sua fundação, mas estima-se que tenha sido criada por volta de 1560. Sua trajetória é vasta e está, desde o início, atrelada ao desenvolvimento da cidade de São Paulo. A Irmandade já esteve alojada no Largo da Misericórdia, Chácara dos Ingleses e Rua da Glória, até ser inaugurado, em 1884, o Hospital Central, que tem sido pioneiro, em inúmeras áreas de atendimento à saúde e da educação hospitalar brasileira.

A Irmandade da Santa Casa de São Paulo também foi berço de duas das mais importantes faculdades de Medicina do Brasil: a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e da Escola Paulista de Medicina (Unifesp). Desde 1963 é a sede da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, reconhecida pelo desenvolvimento de pesquisas técnico-científicas e responsável pela formação de cerca de 120 médicos por ano.

Momentos importantes da história da cidade passaram pela Santa Casa. A Irmandade recebeu os soldados da Revolução Constitucionalista, participando ativamente da “Campanha do Ouro para o Bem de São Paulo” e acolhendo a população carente com atendimento em todas as especialidades médicas existentes na época.

A instituição é prestadora de serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS) e a convênios com serviços públicos de saúde, e este compromisso filantrópico faz com que todos os recursos obtidos sejam aplicados em seus hospitais, garantindo a continuidade da assistência com o que há de melhor na área hospitalar.

O empenho da organização é para garantir o atendimento a pacientes provenientes do Município de São Paulo, embora atenda muitos pacientes oriundos de outras cidades do estado de São Paulo, de outros estados do Brasil e até mesmo de outros países, em todas as especialidades médicas, além do atendimento de alta complexidade como transplantes, neurocirurgias, entre outros. Fazem parte da instituição, quatro unidades hospitalares de média e alta complexidade, um centro psiquiátrico e um centro de saúde escola. A Santa Casa é considerada hoje, um dos mais importantes complexos hospitalares do país e atende pelo SUS cerca de cinco mil pessoas diariamente em todas as especialidades médicas.

Diferenciais

A Irmandade da Santa Casa de São Paulo é classificada como Hospital de Ensino, reconhecida nacionalmente pelo desenvolvimento de pesquisas técnico/científicas. Possui o maior cadastro de doadores de medula óssea do Brasil, contribuindo diretamente com todas as pessoas que buscam compatibilidade no Registro de Doadores de Medula Óssea (REDOME).

A Organização de Procura de Órgãos (OPO) da Santa Casa é referência nacional em captação de órgãos por obter consecutivamente as melhores taxas por milhão de população. Em 2015, obteve 120 doadores de órgãos, sendo utilizados 283 órgãos para transplante, dos quais 195 rins, 68 fígados, 14 corações, 4 pâncreas e 2 pulmões. A taxa de efetivação de doadores foi de 36,1%, a maior entre as quatro organizações de procura de órgãos da capital. Considerando o primeiro semestre de 2016, foram obtidos 50 doadores de órgãos, sendo gerados 134 órgãos para transplante.

Resultado de um corpo clínico capacitado, em sua maioria, ex-alunos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa, a Irmandade é referência em atendimentos de Ortopedia, Pediatria, Urgência e Emergência e serviços de alta complexidade como Neurocirurgias.

Junto com a tradição médica e formação profissional especializada, também oferece aos seus pacientes laboratórios próprios, hemocentro e serviços de diagnóstico por imagem.

Para os estudantes e pesquisadores, além dos cursos de graduação e pós-graduação na área da saúde, oferecidos pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, a instituição dispõe de diversos cursos de especialização em saúde. Um programa de Residência Médica oferece treinamento em 53 especialidades médicas. A Missão voltada à assistência,  ensino e pesquisa, contribui para que a Santa Casa de São Paulo seja referência na atenção à saúde da população e na formação de profissionais.

Em 2015, a Faculdade e as Unidades de Ensino receberam 1.120 alunos, sendo 690 de medicina, 190 de enfermagem, 115 de Fonoaudiologia, 70 Técnicos em Radiologia, 55 Técnicos em Sistemas Biomédicos. Nos cursos de pós-graduação, foram 195 alunos para Stricto Sensu e 783 para Lato Sensu. A produção científica somou em 2014, 287 apresentações e 347 livros e artigos.