Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo:
Excelência na Assistência Médica, Ensino e Pesquisa
 


Fundada há mais de quatro séculos, a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo é uma instituição filantrópica, privada e laica, considerada um dos mais importantes Centros de Referência Hospitalar do Brasil.
 

Não há registros da data exata de sua fundação, mas estima-se que tenha sido criada por volta de 1560. Sua trajetória é vasta e está, desde o início, atrelada ao desenvolvimento da cidade de São Paulo. A Irmandade já esteve alojada no Largo da Misericórdia, Chácara dos Ingleses e Rua da Glória, até ser inaugurado, em 1884, o Hospital Central, que tem sido pioneiro, em inúmeras áreas de atendimento à saúde e da educação hospitalar brasileira.


A Irmandade da Santa Casa de São Paulo também foi berço de duas das mais importantes faculdades de Medicina do Brasil: a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e da Escola Paulista de Medicina (Unifesp). Desde 1963 é a sede da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, reconhecida pelo desenvolvimento de pesquisas técnico-científicas e responsável pela formação de cerca de 120 médicos por ano.


Momentos importantes da história da cidade passaram pela Santa Casa. A Irmandade recebeu os soldados da Revolução Constitucionalista, participando ativamente da “Campanha do Ouro para o Bem de São Paulo” e acolhendo a população carente com atendimento em todas as especialidades médicas existentes na época.


A instituição é prestadora de serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS) e a convênios com serviços públicos de saúde, e este compromisso filantrópico faz com que todos os recursos obtidos sejam aplicados em seus hospitais, garantindo a continuidade da assistência com o que há de melhor na área hospitalar.


O empenho da organização é para garantir o atendimento a pacientes provenientes do Município de São Paulo, embora atenda muitos pacientes oriundos de outras cidades do estado de São Paulo, de outros estados do Brasil e até mesmo de outros países, em todas as especialidades médicas, além do atendimento de alta complexidade como transplantes, neurocirurgias, entre outros.


Fazem parte da instituição, quatro unidades hospitalares de média e alta complexidade, um centro psiquiátrico e um centro de saúde escola. A Santa Casa é considerada hoje, um dos mais importantes complexos hospitalares do país e atende pelo SUS mais de 10 mil pessoas diariamente em todas as especialidades médicas.


Diferenciais


A Santa Casa de Misericórdia de São Paulo é classi­ficada como hospital de ensino, reconhecida nacionalmente pelo desenvolvimento de pesquisas e por ser referência em  atendimentos de média e alta complexidade.
 

Nos tratamentos de média complexidade, destacam-se nas especialidades clínicas: infectologia, hematologia, endocrinologia, neurologia, cardiovascular, nefrologia, pneumologia, e dermatologia e nas cirúrgicas: geral, urologia, vascular, plástica, tórax, cabeça e pescoço e buco-maxilo-facial. Realizamos o acompanhamento em gestações de alto risco e partos, atendimentos de urgência e emergência adulto, pediátrico, ginecológico, ortopédico, oftalmológico e otorrino, além de tratamentos prolongados, que necessitam de cuidados especiais, como aos idosos e  aos pacientes com doenças psiquiátricas.
 

Os atendimentos de alta complexidade, referência entre as especialidades clínicas, incluem as quimioterapias e hormonioterapias, e ainda, podemos destacar as cirurgias cardiovascular, digestiva, otorrinolaringologia, oftalmologia, ortopedia, neurocirurgia e as oncológicas nas diversas especialidades.


Junto com a tradição médica e a formação profissional especializada, também oferecemos aos pacientes o centro de diagnósticos, para realizarem de exames de imagem e laboratoriais de alta complexidade como tomografia, ressonância, cintilografia e arteriografia.


A Organização de Procura de Órgãos é referência nacional em captação por obter consecutivamente as melhores taxas por milhão de população. Em 2016, a OPO obteve 112 doadores de órgãos, sendo gerados 279 órgãos para transplante, os quais atenderam pacientes de diferentes hospitais do Estado. Foram disponibilizados 190 rins, 59 fígados, 19 corações, 6 pâncreas e 5 pulmões.


O programa de Residência Médica oferece treinamento em 53 especialidades médicas. A missão voltada à assistência, ensino e pesquisa, contribui para que a Santa Casa seja referência na atenção à saúde da população e na formação de profissionais.


Em 2016, a Faculdade e as Unidades de Ensino receberam 1.148 alunos de graduação, sendo 703 de medicina, 188 de enfermagem, 100 de fonoaudiologia, 83 de radiologia e 74 de sistemas biomédicos.