ENSINO PROFISSIONALIZANTE

A Unidade de Ensino Profissionalizante (UEP) foi criada em 15 de janeiro de 2004, com o objetivo de capacitar para uma atuação qualificada e diferenciada na área de saúde, promovendo o aperfeiçoamento/aprimoramento do profissional nas diversas áreas que integram, apóiam ou gerenciam a prestação de serviços de saúde.

O aperfeiçoamento é oferecido para os profissionais graduados nas áreas de Enfermagem, Odontologia, Radiologia, Fisioterapia, Serviço Social, entre outros, nas diversas áreas do complexo hospitalar da Irmandade da Santa Casa: Hospital Central, Hospital São Luiz Gonzaga, Centro Saúde Escola Barra Funda e no Hospital Geriátrico e de Convalescentes Dom Pedro II.

Inscrições abertas para o 2° semestre

Descrição dos Aperfeiçoamentos

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM ATENÇÃO PRIMÁRIA

  • Itinerário da formação no Aperfeiçoamento:
  1. a)  Desenvolvimento de habilidades Práticas
  2. b)  Desenvolvimento de trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica
  • Temário Básico: 
  • Proporcionar ao Enfermeiro um cenário de prática na Atenção Primária que dê conta de: Realizar consulta de enfermagem de acordo com protocolos estabelecidos aos pacientes agendados ou sem atendimento eventual; Desenvolver ações educativas na comunidade, com equipe de trabalho, supervisionadas sempre pelos Enfermeiros; Aprimorar conhecimento técnico na área de Imunização; Aprimorar conhecimento técnico na área de Vigilância Epidemiológica e Vigilância à Saúde; Desenvolver um projeto de intervenção que seja útil à Unidade, de acordo com o levantamento das necessidades no serviço.

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM AMBULATÓRIO DE ESPECIALIDADES

Itinerário de formação: Desenvolvimento de habilidades Práticas e trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica

 

Temário Básico:

Atendimento;

Recepção

Triagem

Aferição de sinais vitais

Medidas antropométricas

Orientações

Imunizações

Coleta de exames e registro de dados em geral

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM CENTRO CIRÚRGICO (HOSPITAL  CENTRAL)

Itinerário de formação: Desenvolvimento de habilidades Práticas e trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica

 

Temário Básico:  Fundamentação técnica e científica da assistência de enfermagem em seus aspectos éticos, filosóficos e metodológicos;

Estrutura organizacional de um Serviço de Centro Cirúrgico e RPA;

Desenvolver liderança e habilidade no atendimento a todos os pacientes, no pré, intra e pós operatório imediato, dentro do protocolo de cirurgia segura;

Conhecimento de assepsia x contaminação e noções de infecção hospitalar;

Manuseio de aparelhos e equipamentos como: ventiladores, monitores, oxímetros, arco cirúrgico, de vídeo cirurgia, bomba de infusão, etc.;

Conhecimento do material necessário para os diversos tipos de procedimento, como kits de anestesia e de procedimentos;

Conhecimento do fluxo de uso de material de implante;

Assistência ao paciente grave na RPA, aguardando vaga de UTI ou em protocolo de doação de órgãos.

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM CLÍNICA CIRÚRGICA

Itinerário de formação: Desenvolvimento de habilidades Práticas e trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica

 

Temário Básico:

Planejamento da estrutura organizacional das unidades cirúrgicas;

Riscos e medidas de segurança no ambiente e controle de infecções;

Planejamento, organização e supervisão das atividades de enfermagem, dando suporte para a equipe realizar a assistência e promover o restabelecimento do paciente e seu auto cuidado nos períodos pré-operatório e pós-operatório;

Prestar assistência direta a pacientes graves e realizar procedimentos de maior complexidade;

Controle da qualidade e quantidade dos materiais e equipamentos necessários a assistência do paciente grave;

Conhecer a carta dos direitos do paciente;

Conhecer os preparos pré-cirúrgicos das diferentes especialidades;

Conhecer co-morbidades e as complicações imediatas e tardias, para realizar a sistematização de enfermagem pré-operatória e pós-operatória, aplicar a SAEP e SAE;

Atuar em situações de emergência;

Desenvolver atitudes de resiliência.

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM CLÍNICA MÉDICA

Itinerário de formação: Desenvolvimento de habilidades Práticas e trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica

 

Temário Básico:Estrutura e organização de um serviço de Clínica Médica;

Sistematização da assistência de enfermagem ao paciente;

Prevenção e controle de infecção de Clínica Médica;

Assistências de enfermagem nas diversas especialidades da Clínica Médica;

Participação/ Elaboração de projetos de trabalhos científicos;

Participar ativamente com o enfermeiro do setor na organização de unidade;

Provisão e previsão de materiais e medicamento;

Desenvolvimento da SAE;

Organização material emergência;

Confecção escala de revezamento de folgas;

Desenvolvimento de projeto de educação permanente.

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM ESTOMATOTERAPIA

Itinerário de formação: Desenvolvimento de habilidades Práticas e trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica

 

Temário Básico:

Conhecer os Aspectos Práticos, Legais da Enfermagem e as bases para o cuidado de enfermagem ao paciente com feridas e Estomas;

Atuar na Assistência Integral de Enfermagem ao Paciente Estomizado;

Assistir ao indivíduo portador de estoma nas fases pré e pós-operatórias imediata, mediata e tardia, tanto em nível hospitalar como ambulatorial e domiciliar;

Executar os procedimentos e rotinas aliados à abordagem prática pertinente aos diferentes tipos de coberturas (curativos);

Compreender os aspectos científico e tecnológico dos produtos destinados ao manejo de feridas;

Realizar um atendimento adequado, individual e humanizado ao paciente com ferida;

Realizar protocolos de assistência a pacientes com feridas e estomas;

Atuar na Educação Continuada junto à Equipe de Enfermagem na prevenção e tratamento de feridas e manejo de estomas;

Promover novas abordagens de enfermagem na área de Estomas e Feridas.

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM HEMOTERAPIA E QUIMIOTERAPIA

Itinerário de formação: Desenvolvimento de habilidades Práticas e trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica

 

Temário Básico:

Acompanhar o processo de autorização de quimioterapia junto à equipe administrativa;

Realizar agendamento dos clientes da unidade;

Planejar a assistência individual do cliente, bem como orientações específicas para eficácia do tratamento;

Conferir e acompanhar protocolo de tratamento;

Instalar e acompanhar infusões de quimioterápicos, hemocomponentes, hemoderivados e medicações realizadas no setor;

Puncionar e coletar exames de cateteres como port-a-cath e PICC e manutenção mensal e semanal dos mesmos (curativos);

Avaliar o processo de desenvolvimento da equipe de enfermagem e dar feedback positivos e negativos;

Coletar exames específicos do enfermeiro como: gasometria arterial, coleta de urina por cateterismo vesical de alívio;

Avaliar alterações de exames laboratoriais, alterações clínicas e comunicar o médico responsável;

Realizar indicadores da unidade;

Garantir o cumprimento dos protocolos institucionais;

Avaliar melhor via de acesso e dispositivo, de acordo com o tipo de quimioterápico/medicamento;

Contribuir com a elaboração de projetos gerenciais e assistenciais e avaliar seus resultados;

Manter carro de emergência, geladeira e ambiente organizados;

Participar dos eventos internos e capacitações que for convocado;

Realizar reuniões periódicas com a equipe de auxiliares e técnicos de enfermagem para orientação e
discussão de problemas, melhorias e sugestões.

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA – CENTRO OBSTÉTRICO

Itinerário de formação: Desenvolvimento de habilidades Práticas e trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica

 

Temário Básico:

Prestar assistência de enfermagem à gestante, parturiente, puérpera e recém-nascido independente da categoria de risco;

Prestar assistência e cuidados de enfermagem de maior complexidade técnica, ligada à área de obstetrícia e que exijam conhecimentos de base científica e capacidade de tomar decisões imediatas;

Assistência ao parto normal de risco habitual (sem distócia);

Acompanhar a realização de episiotomia e episiorrafia (rafias de lacerações de primeiro e segundo graus);

Acompanhar a mulher e o recém-nascido, sob seus cuidados, da internação até a alta;

Identificação das distócias obstétricas e tomada de providências necessárias, até a chegada do médico, devendo intervir em conformidade com sua capacitação técnico científica, adotando os procedimentos que entender imprescindíveis para garantir a segurança da mãe e do recém-nascido;

Estimular/proporcionar vínculos afetivos entre o binômio mãe/filho e favorecer o aleitamento materno precoce, sob livre demanda e doação;

Acolher a paciente;

Realizar a admissão da paciente (histórico, exame físico, avaliação do cartão de pré natal);

Registrar as seguintes observações no prontuário eletrônico e no partograma;

Frequência das contrações e tônus uterino;

Ausculta intermitente do Batimentos Cardíacos Fetais (BCF);

Exame vaginal;

Anotação de dilatação, apresentação, descida e variedade de posição.

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM OBSTETRÍCIA, GINECOLOGIA – INTERNAÇÃO E BANCO DE LEITE

Itinerário de formação: Desenvolvimento de habilidades Práticas e trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica

 

Temário Básico:

Receber a mãe no Alojamento Conjunto após sua alta no Centro Obstétrico.

Avaliar suas condições físicas e emocionais.

Fornecer a mãe informações precisas sobre as condições de seu filho no momento de sua admissão no Alojamento Conjunto.

Retornar com a mãe os dados já existentes em seu prontuário de modo a esclarecê-los ou ampliá-los, quando necessário, e demonstrar-lhe que sua chegada já estava sendo preparada com interesse pelo profissional.

Colher dados pertinentes aos objetivos do Alojamento Conjunto, os quais propiciam ações mais específicas à realidade da pessoa.

Esclarecer sobre as rotinas gerais da unidade, de modo a situá-la melhor no ambiente.

Esclarecer sobre os cuidados específicos, com dietas, higiene, medicação, deambulação, etc., pontuando sempre estas orientações com os hábitos da mãe de modo a entregá-la em suas experiências anteriores e expectativas.

Esclarecer sobre objetivos gerais do Alojamento Conjunto.

Estar disponível para auxiliá-la na amamentação ou situações que lhe pareçam difíceis

Oportunizar que o pai participe nos encontros da enfermeira com a mãe, incentivando-o a expressar suas opiniões.

Realizar os primeiros cuidados com RN e orientar a mãe incentivando-a a cuidar do filho, estendendo este estímulo à participação do pai sempre que este tiver presente.

Supervisionar os cuidados prestados pela mãe: troca de roupa, medidas de higiene, cuidados com o coto umbilical, avaliação da temperatura, objetivando orientá-la e esclarecê-la em suas dúvidas.

Orientar a mãe sobre os demais cuidados com os filhos: vestuários, eliminações, avaliação da cor da pele, atividades, sono, profilaxia da dermatite amonical, prováveis causas de choro, necessidades afetivas, encaminhamentos e avaliações clínicas periódicas.

Registrar nos prontuários da mãe e do RN as condições evidenciadas e condutas tomadas de modo a fornecer as informações necessárias para ações de outros profissionais da equipe.

Acompanhar a evolução diária da paciente objetivando reforçar orientações e detectar precocemente problemas clínicos e emocionais.

Acompanhar a evolução diária do RN, incentivando a mãe a participar deste acompanhamento com objetivo de que ela possa sentir-se capaz de conhecer e avaliar seu filho, reconhecendo assim, também, situações onde necessitará da ajuda do profissional de saúde para auxiliá-la no atendimento da criança.

Preparar alta da mãe e do RN, revisando orientações dadas e fornecendo os encaminhamentos necessários

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM TERAPIA RENAL SUBSTITUTIVA

Itinerário de formação: Desenvolvimento de habilidades Práticas e trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica

 

Temário Básico:

Fundamentação técnica e científica da assistência de enfermagem em seus aspectos éticos, filosóficos e metodológicos.

Hemodiálise

Estrutura e organização de um serviço de hemodiálise para pacientes crônicos e agudos.

Princípios fisiológicos da hemodiálise;

Vias de acesso para hemodiálise;

Tratamento de água para hemodiálise;

Controle e prevenção de infecção em hemodiálise;

Gerenciamento dos cuidados de enfermagem ao paciente em hemodiálise;

Diálise Peritoneal

Estrutura e organização de um serviço de diálise peritoneal ambulatorial;

Princípios fisiológicos da diálise peritoneal;

Via de acesso peritoneal;

Gerenciamento da assistência de enfermagem em diálise peritoneal domiciliar;

Protocolos de cuidados domiciliares de pacientes em diálise peritoneal;

Métodos de Diálise Peritoneal:

CAPD: Diálise Peritoneal Ambulatorial Contínua.

DPA: Diálise Peritoneal Automatizada.

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM URGÊNCIA E EMERGÊNCIA / SOS TRANSFER

Itinerário de formação: Desenvolvimento de habilidades Práticas e trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica

 

Temário Básico:

Fundamentação técnica e científica da assistência de enfermagem em seus aspectos éticos, filosóficos e metodológicos;

Atendimento as emergências clínicas e cirúrgicas nas diversas especialidades;

Atendimento na triagem de enfermagem baseado na escala de Manchester;

Assistência integral ao paciente crítico;

Assistência de enfermagem ao paciente vítima de politrauma baseado no ATCN/ATLS;

Atendimento em situações de desastre e catástrofe;

Manuseio de aparelhos e equipamentos como ventilador mecânico, bomba de infusão, desfibrilador, etc.;

Noções sobre infecções e isolamentos.

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM UTI PEDIÁTRICA, NEONATAL, ADULTO E BANCO DE LEITE

Itinerário de formação: Desenvolvimento de habilidades Práticas e trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica

 

Temário Básico:

Estrutura organizacional dos Departamentos de Pediatria, Neonatal e Terapia Intensiva Adulto;

Rotinas administrativas da UTI Pediátrica, Neonatal e Terapia Intensiva Adulto;

Instrução de trabalho especifica de terapia intensiva;

Discussão de caso clínico;

Planejamento, execução e avaliação da assistência de Enfermagem aos pacientes de acordo com o score de complexidade;

Conhecer a missão e visão da instituição, além do papel do enfermeiro como elemento da equipe de especialistas no serviço de terapia intensiva em seus aspectos técnicos, éticos, filosóficos e metodológicos;

Ter o adequado conhecimento dos equipamentos utilizados em terapia intensiva como, ventiladores mecânicos, monitores multiparamétricos, incubadoras, eletrocardiógrafos, bombas de infusão contínua, hemodialisadores, balão intra-aórtico, cateter de Swan ganz, cateter de PIC;

Ter o conhecimento da Sistematização de Assistência de Enfermagem do paciente crítico, bem como, anotações em relatórios de enfermagem;

Realizar assistência de enfermagem direta aos pacientes críticos, supervisionando e orientando os técnicos de enfermagem;

Montar a unidade para admissão do paciente, inteirando-se do diagnóstico, avaliando as condições necessárias para sua admissão;

Ter o adequado conhecimento sobre infecção hospitalar, acompanhando os índices mensais das unidades;

Acompanhar a coleta de dados e resultados dos indicadores assistenciais de enfermagem mensais;

Participar das reuniões científicas da unidade, de indicadores assistenciais.

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM GERIATRIA E GERONTOLOGIA

Itinerário da formação no Aperfeiçoamento:

  1. a)  Desenvolvimento de habilidades Práticas
  2. b)  Desenvolvimento de trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica
  • Temário Básico: 
  • Alterações fisiológicas do envelhecimento; Semiologia – avaliação em Gerontologia; Dermatologia, análises clínicas, hematologia, fisioterapia, nutrição, farmacologia e oftamologia do cliente idoso; Fragilidade, síndrome da imobilidade e úlceras de pressão; Controle de infecção hospitalar e biossegurança com enfoque na paciente idoso; Assistência de Enfermagem na saúde mental dos idosos – principais transtornos psiquiátricos; Terapias alternativas em saúde para os idosos; Assistência de Enfermagem à pessoa idosa com problemas neurológicos; Gerenciamento e auditoria de Enfermagem em serviços de atendimento ao cliente idoso; Avaliação Gerontológica Ampla (AGA).

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM PEDIATRIA

Itinerário da formação no Aperfeiçoamento:

  1. a)  Desenvolvimento de habilidades Práticas
  2. b)  Desenvolvimento de trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica
  • Temário Básico: 

·         Fundamentação técnica e científica da assistência de enfermagem pediátrica; Assistência sistematizada ao paciente pediátrico; Visita multidisciplinar; Manuseio de aparelhos e equipamentos médicos-hospitalares em pediatria; Prevenção e controle de infecção hospitalar; Formação e desenvolvimento dos colaboradores de enfermagem; Estrutura organizacional da Unidade de Pediatria; Rotinas administrativas da pediatria; Planejamento, execução e avaliação da assistência de Enfermagem aos pacientes pediátricos de acordo com o score de complexidade.

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM CLÍNICA MÉDICA (HOSPITAL SÃO LUIZ GONZAGA)

Itinerário da formação no Aperfeiçoamento:

  1. a)  Desenvolvimento de habilidades Práticas
  2. b)  Desenvolvimento de trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica
  • Temário Básico: 
  • Fundamentação técnica e científica da assistência de enfermagem em seus aspectos éticos, filosóficos e metodológicos; Assistência sistematizada ao paciente; Visita multidisciplinar; Manuseio de aparelhos e equipamentos médicos-hospitalares; Papel do enfermeiro na estrutura organizacional conforme normas e rotinas; Prevenção e controle de infecção hospitalar; Riscos e medidas de segurança no ambiente; Formação e desenvolvimento dos colaboradores de enfermagem.

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM CENTRO CIRÚRGICO E OBSTÉTRICO

Itinerário da formação no Aperfeiçoamento:

  1. a)  Desenvolvimento de habilidades Práticas
  2. b)  Desenvolvimento de trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica
  • Temário Básico: 
  • Fundamentação técnica e científica da assistência de enfermagem em seus aspectos éticos, filosóficos e metodológicos; Assistência sistematizada no pré e pós-operatório; Prestar cuidados à gestante, puérperas e recém nascidos; Atendimento ao paciente crítico; Visita multidisciplinar; Manuseio de aparelhos e equipamentos médicos-hospitalares; Papel do enfermeiro na estrutura organizacional conforme normas e rotinas; Prevenção e controle de infecção hospitalar; Riscos e medidas de segurança no ambiente; Formação e desenvolvimento dos colaboradores de enfermagem.

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM CLÍNICA CIRÚRGICA (HOSPITAL SÃO LUIZ GONZAGA)

Itinerário da formação no Aperfeiçoamento:

  1. a)  Desenvolvimento de habilidades Práticas
  2. b)  Desenvolvimento de trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica
  • Temário Básico: 
  • Fundamentação técnica e científica da assistência de enfermagem em seus aspectos éticos, filosóficos e metodológicos; Assistência sistematizada ao paciente; Visita multidisciplinar; Manuseio de aparelhos e equipamentos médicos-hospitalares; Papel do enfermeiro na estrutura organizacional conforme normas e rotinas; Prevenção e controle de infecção hospitalar; Riscos e medidas de segurança no ambiente; Formação e desenvolvimento dos colaboradores de enfermagem.

APERFEIÇOAMENTO EM ENFERMAGEM EM OBSTETRÍCIA – ALOJAMENTO CONJUNTO

Itinerário da formação no Aperfeiçoamento:

  1. a)  Desenvolvimento de habilidades Práticas
  2. b)  Desenvolvimento de trabalho de pesquisa através da Iniciação Científica
  • Temário Básico: 
  • Atendimento às Emergências Ginecológicas e Obstétricas; Atendimento a paciente com Patologias Obstétricas; Orientação quanto ao parto; Prestar cuidados à gestantes, puérperas e recém-nascidos; Sistematização da assistência de Enfermagem à pacientes obstétricos; Cuidados com gestantes portadoras de doenças sexualmente transmissíveis; Orientação quanto a importância da amamentação; Orientação primeira vacinação BCG e Hepatite B; Papel do enfermeiro na estrutura organizacional conforme normas e rotinas;  Papel do enfermeiro administrativo na unidade de Alojamento Conjunto; Formação e desenvolvimento dos colaboradores de enfermagem.

Clique aqui e acesse o SISALU